Prof. Dr. Rubens Feferbaum

A digestão das proteínas inicia-se pela proteólise, através das enzimas secretadas pelo pâncreas. O ataque enzimático rompe as cadeias da proteína, tendo como produto final peptídios e aminoácidos livres, que são absorvidos pelo enterócito mediante transporte ativo (Figura 1). Nesta célula, as peptidases presentes no citoplasma hidrolisam os peptídios remanescentes para aminoácidos. Estes são transportados para o fígado através da veia porta e processados e convertidos nas diversas proteínas circulantes como albumina, imunoglobulinas e outras 9.

Figura 1- Digestão das proteínas:

.Em lactentes no 3o ou 4o mês de vida, foi demonstrado que a mucosa intestinal permite a absorção de pequenas quantidades de gamaglobulina e outros peptídios de grande peso molecular, que não sofrem proteólise ao nível do enterócito, e alcançam a circulação sistêmica ocasionando ação imuno-alérgica 11; 16.
Desta maneira, a permeabilidade da mucosa intestinal pode estar aumentada em diversas doenças gastrintestinais, o que freqüentemente ocasionará sensibilização e intolerância às dietas de uso comum.